Segurança Hídrica

seguranca hidrica_web.png

Auditoria (Fiscalização)

Autor:
Tribunal de Contas da União
Data:
01/01/18
Áreas temáticas:
Meio Ambiente Desenvolvimento
Palavras-chave:
Água potável Meio ambiente
Unidades técnicas:
Sec-MA Secom

As fontes de água doce teriam sofrido um processo intenso de degradação, pela construção de hidrovias, pela urbanização acelerada, pelo uso intensivo das águas superficiais e subterrâneas na agricultura e na indústria, gerando deposição de resíduos sólidos e líquidos em rios, lagos e represas; desmatamento e ocupação de bacias hidrográficas; e, consequentemente, crises de abastecimento e de qualidade das águas. Estima-se que, em cinquenta anos, metade da população mundial enfrentará escassez crônica de água, se nada for feito, em um “futuro em que a água será mais do que um bem de consumo em extinção, mas um fator decisivo na explosão de conflitos armados pela disputa gota a gota”.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil teria 12% das reservas mundiais de água potável (28% das reservas das Américas), com o maior rio do mundo — o Amazonas — e o maior reservatório de água subterrânea do planeta — o Sistema Aquífero Guarani. O Maranhão possui cerca de 40% da água potável do Nordeste.