Relato integrado

A Decisão Normativa TCU 170/2018 estabeleceu que o Relatório de Gestão passa a ser elaborado com base a Estrutura Internacional para Relato Integrado, emitida peloInternational Integrated Reporting Council (Conselho Internacional para Relato Integrado, ou IIRC, na sigla em inglês), uma organização global sem fins lucrativos formada reguladores, investidores, empresas, definidores de padrões, profissionais do setor contábil e ONGs, que compartilham a visão de que comunicar a geração de valor é o próximo passo evolutivo para os relatórios corporativos.

O propósito da Estrutura é atender esta necessidade e transformar a forma como as organizações prestam contas às partes interessadas, tendo a criação de valor como o cerne do relatório. Esse novo modelo de preparação re relatório requer que a organização pense de forma integrada e é baseado em processos de controle e gestão.

Nesta página, você encontrará, além da Estrutura Internacional para Relato Integrado, as principais referências na forma de orientações, artigos, trabalhos acadêmicos, apresentações, vídeos.

 

Relato Integrado: A ponta do iceberg

Embora o Relatório Integrado tenha como objetivo aumentar a transparência da prestação de contas e melhorar a qualidade e profundidade das informações apresentadas, ele não deve ser visto como um objetivo em si mesmo, pois é só a ponto do iceberg, a parte visível para as partes interessadas. O processo que leva à produção do Relatório Integrado é muito mais importante do que o relatório em si. O cerne do Relato Integrado é o processo de criação de valor, cuja responsabilidade recai diretamente sobre os ombros da liderança da organização – os responsáveis pela governança e a alta administração –, a quem cabe garantir que esse processo seja aperfeiçoado e salvaguardado por meio da aderência aos princípios de boa governança, da definição da estratégia, do gerenciamento dos riscos e da vigilância contínua e cuidadosa do futuro da organização.

A essência do Relato Integrado é muito bem explicada neste artigo esclarecedor, de não mais que 15 páginas, da autoria de Claudelle Von Eck e Charles Nel, publicado pelo Instituto dos Auditores Internos da África do Sul (www.iiasa.org.za). A versão em português, aqui disponibilizada, é uma publicação do Instituto dos Auditores Internos do Brasil (www.iiabrasil.org.br). A versão em inglês também pode ser encontrada no site do IRC da África do Sul (https://integratedreportingsa.org/)

 

capa_relatorio_integrado.PNG

 

 

 

 

 

 

 

 

Estrutura Internacional para Relato Integrado (IIRC)

O Relatório de Gestão elaborado conforme a Estrutura Internacional para Relato Integrado do IIRC resulta em um documento conciso, com foco estratégico e orientação para o futuro, cujo objetivo principal é explicar como a organização gera valor público ao longo do tempo para suas partes interessadas, principalmente os cidadãos usuários dos bens e serviços públicos fornecidos e seus representantes eleitos, na condição de provedores dos recursos e poderes que viabilizam suas operações, bem como outros órgãos e agentes públicos e privados que não podem prescindir de informação transparente e de qualidade para avaliar a capacidade da organização de gerar valor no curto, médio e longo prazos, a  qualidade da sua estratégia e o nível do seu desempenho.

A Estrutura do IIRC estabelece os conceitos fundamentais, os princípios básicos e os elementos de conteúdo para elaboração do Relatório Integrado.

 

capa_ir.PNG

 

 

 

 

 

 

 

 

Relatório de Gestão na forma de Relato Integrado: Evolução da Prestação de Contas

Esta publicação do TCU traz orientações que devem nortear a elaboração do Relatório de Gestão pelas unidades prestadoras de contas, a partir do exercício de 2018. A publicação contém explicações sobre os princípios do Relato Integrado e também sobre o conteúdo dos capítulos do Relatório de Gestão em relação à estrutura básica para este relatório, indicada na Decisão Normativa TCU 170/2018, de modo a auxiliar de forma mais direta a sua elaboração.

Sugestões para o aprimoramento desta publicação são bem-vindas. Envie-as para o e-mail contas@tcu.gov.br

outro_arquivo.png

 

 

Nota de esclarecimento sobre Relatório de Gestão na forma de Relato Integrado

Esclarece questões suscitadas em decorrência da adoção da Estrutura Internacional para Relato Integrado do IIRC para elaboração do Relatório de Gestão a ser apresentado ao TCU pelos órgãos e pelas entidades da Administração Pública Federal.

Capa-nota-esclarecimento 2.png

 

Apresentação e palestra sobre Relato Integrado

No dia 19 de outubro de 2018, foi realizado evento sobre a “Evolução das Contas Anuais e o Relato Integrado” no auditório do Instituto Serzedello Corrêa (ISC). Clique no link para acessar o vídeo: “Evolução das Contas Anuais e o Relato Integrado”.

No dia 22 de outubro de 2018, foi realizada a palestra “Relatório de gestão na forma de relato integrado” no auditório do edifício sede do TCU em Brasília. Essa palestra esclarece as principais novidades trazidas pelas Decisão Normativa TCU 170/2018. Clique no link para acessar o vídeo: “Relatório de gestão na forma de relato integrado”.

 

capa-palestra-sobre-relatorio-gestao 2.png

 

Relatorio-de-gestao-na-forma-relato-integrado 2.png

 

 

Piloto do Ministério da Fazenda

 

 

 

Relatório de Gestão 2017 do Ministério da Fazenda

Iniciativa-piloto foi realizada com o Relatório de Gestão de 2017 do Ministério da Fazenda.

relatorio-de-gestao-ministerio-fazenda 2.png

 

 

 

Orientações para relatório da gestão do Ministério da Fazenda

A partir da Estrutura Internacional de Relatório Integrado do IIRC, a Secex Fazenda elaborou um guia com orientações ao Ministério da Fazenda sobre a estrutura, a forma e o conteúdo do relatório. Essa estrutura e o referido guia deverão ser utilizados pelas UT como referências para implantação do relatório integrado nos demais órgãos e entidades da Administração Pública Federal.

relatorio-gestao.png