Prezado usuário, este portal não é compatível com o navegador Internet Explorer ou outros navegadores antigos.

Recomenda-se o uso de versões atualizadas dos navegadores Google Chrome, Microsoft Edge ou Mozilla Firefox.

Ficha-Síntese Efetividade das Ações do BNDES

Documentos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) opera por meio de dois instrumentos principais: financiamentos e mercado de capitais. Entre 2009 e 2016, o BNDES desembolsou cerca de R$ 1,3 trilhão, porém não ficou evidente para a sociedade o retorno obtido com sua atuação, se cumpriu satisfatoriamente seu papel.

Nesse sentido, o objetivo principal da auditoria foi avaliar em que medida os apoios financeiros concedidos pelo BNDES causaram impactos positivos no desenvolvimento econômico e social do Brasil. A auditoria buscou, também, verificar se os processos internos do BNDES são capazes de assegurar, com razoável certeza, que suas operações sejam direcionadas aos objetivos legais e estatutários da entidade e que o alcance desses objetivos seja adequadamente monitorado e avaliado.

Assim, a auditoria contemplou a análise: do alinhamento entre os instrumentos de planejamento e orientação do BNDES e seus objetivos legais e estatutários; da contribuição do processo de aprovação das operações para o alcance dos objetivos estabelecidos para o BNDES; da adequação do Sistema de Monitoramento e Avaliação (SM&A); e da contribuição das operações do BNDES para a produção de impactos positivos no desenvolvimento econômico e social do país.

A análise dos impactos produzidos pelo Banco foi feita por meio de Revisão Sistemática da Literatura e alcançou as seguintes dimensões socioeconômicas: emprego; produtividade; exportações; investimento; e impactos gerados pelas participações do BNDES no capital de empresas.