Prezado usuário, este portal não é compatível com o navegador Internet Explorer ou outros navegadores antigos.

Recomenda-se o uso de versões atualizadas dos navegadores Google Chrome, Microsoft Edge ou Mozilla Firefox.

Gestão de Riscos no TCU

Conteúdo

ProgerTCU – Ações de Capacitação

Gestão de Riscos Aplicada (turma especial Segep) - Novo

No fim do mês de julho de 2020, a Segep demandou o apoio da Seplan para levantamento de gestão de riscos em objeto de trabalho desta unidade. Como o trabalho demandaria conhecimento do processo de gestão de riscos, a Seplan propôs à Segep transformar o trabalho em treinamento aliado à prática.

Foram realizadas 4 oficinas nos dias 23, 25, 28 e 29 com o propósito de identificar os eventos/situações que pudessem afetar o alcance dos objetivos do trabalho demandado, bem como as ações mitigadoras (preventivas e atenuantes). Foi a primeira experiência no âmbito do ProgerTCU, de forma a aliar a parte teórica à realidade de trabalho das unidades.

Turmas presenciais e telepresenciais

A Secretaria de Planejamento (Seplan) realizou em meados de fevereiro e início de março as primeiras iniciativas de capacitação do Programa de Gestão de Riscos do Tribunal (ProgerTCU), cujo objetivo consiste em implementar a cultura orientada a risco como ferramenta de gestão e aprimoramento de resultado.

Nesse período, já foram realizadas ações com dirigentes de unidades e demais servidores do Tribunal de Contas da União (TCU).

Palestras para os dirigentes

Para os dirigentes (gestores de riscos no âmbito do Tribunal) foram oferecidas palestras com o objetivo de apresentar o Proger e, principalmente, difundir e internalizar a cultura de gestão de riscos nas unidades do TCU, colocando em prática os preceitos definidos na Política de Gestão de Riscos do TCU (Resolução TCU 287/2017).

As palestras (Empoderando o Gestor de Riscos do TCU) abordaram questões essenciais para se compreender a temática da gestão de riscos no TCU sob os seguintes aspectos:

  • para que serve a gestão de riscos;
  • por que fazê-la e;
  • qual é o papel do titular de cada unidade como gestor dos riscos relativos aos objetos de gestão sob sua responsabilidade.

 

Cursos Presenciais para multiplicadores

Além das palestras, houve treinamento aprofundado para os servidores de todas as unidades básicas do Tribunal, de forma a capacitá-los a conduzir trabalhos de gestão de riscos em suas respectivas unidades. 

No decorrer do treinamento a Seplan exibiu casos práticos e lições aprendidas em trabalhos já realizados no TCU, a potencialidade da ferramenta de gestão de riscos e a importância de sua utilização para a tomada de decisão.

No curso, foi apresentada maneira desburocratizada e simples de integrar a gestão de riscos aos processos de trabalho já existentes, maximizando resultados e aumentando a taxa de sucesso de projetos inovadores.

O sucesso da abordagem pode ser verificado no resultado da avaliação do curso: 

A média geral dada pelos participantes do curso foi de 5,67 (a pontuação máxima é de 6,00), ou seja, quase 95% de avaliação.

 

Cursos Telepresenciais

A conveniência de se promover curso telepresencial surgiu antes mesmo da imperiosa necessidade de isolamento provocada pelo Coronavírus. No início deste ano, em função da realidade do teletrabalho, a Seplan vislumbrou a oportunidade de oferecer curso telepresencial que propiciasse condições de participação dos servidores dos estados.

A ideia foi a de proporcionar curso que se aproximasse do que é oferecido presencialmente para permitir a troca de ideias e o contato ao vivo com os instrutores.

Para que isso seja possível o material do curso foi totalmente revisado e ampliado.

Para que isso seja possível o material do curso foi totalmente revisado e ampliado.

 

Já foram realizadas 2 turmas - 23 a 29 de abril e de 1 a 5 de junho.