Planejamento

Estrutura do Planejamento Institucional

A Resolução-TCU nº 269, de 25 de março de 2015, que dispõe sobre o Sistema de Planejamento e Gestão do Tribunal, estabelece o conjunto de planos institucionais responsáveis por operacionalizar as estratégias que permitem ao TCU cumprir com excelência sua missão de aprimorar a Administração Pública em benefício da sociedade por meio do controle externo. Os planos traduzem os seguintes níveis do sistema:

  1. nível estratégico, representado pelo Plano Estratégico;

  2. nível tático, representado pelo Plano de Controle Externo e pelo Plano de Diretrizes;

  3. nível operacional, representado pelos planos diretores das unidades básicas, planos diretores das unidades diretamente vinculadas à Presidência, Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) e Plano Diretor de Desenvolvimento de Competências (PDDC).

A pirâmide abaixo sintetiza o relacionamento existente entre os planos institucionais. Descendo a pirâmide, têm-se os desdobramentos que permitem a execução da estratégia, formulada no nível mais alto da pirâmide e operacionalizada por meio dos planos diretores, com a orientação dos planos de diretrizes e de controle externo.

estrutura do planejamento institucional.png
      No sentido inverso, tem-se a contribuição de cada nível e dos planos correspondentes, conforme direção dada pelo nível superior, para o alcance dos objetivos definidos no âmbito estratégico. Em suma, o modelo gráfico demonstra o grande sistema que é a organização, cujo bom desempenho depende do alinhamento e comprometimento de cada uma das partes que a compõem.