Avaliação dos Controles Internos do Ministério das Cidades

ministerio das cidades_web.png

Auditoria (Fiscalização)

Autor:
Tribunal de Contas da União
Data:
12/09/18
Áreas temáticas:
Administração do Estado Serviços Essenciais ao Estado
Palavras-chave:
Administração Pública
Unidades técnicas:
SeinfraUrbana Secom

O objetivo do trabalho foi avaliar, em nível de entidade, o grau de maturidade dos controles internos do Ministério das Cidades.

A avaliação foi pautada nos critérios definidos pelo Comitê das Organizações Patrocinadoras (The Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission) – COSO, os quais foram internalizados, no Poder Executivo Federal, mediante a publicação da Instrução Normativa 01/2016-MP/CGU.

De acordo com esses critérios, controle interno é um processo constituído de cinco elementos básicos, atualmente denominados de “componentes”, que se inter-relacionam. São eles: (1) ambiente de controle; (2) avaliação e gerenciamento de riscos; (3) atividades de controle; (4) informação e comunicação; e (5) monitoramento.