Prezado usuário, este portal não é compatível com o navegador Internet Explorer ou outros navegadores antigos.

Recomenda-se o uso de versões atualizadas dos navegadores Google Chrome, Microsoft Edge ou Mozilla Firefox.

Imprensa

Confira as ações do PLS quanto a água e esgoto

O TCU está implementando uma série de ações do Plano de Logística Sustentável para o período de 2021 a 2025. Entre as medidas já adotadas relativas a água e esgoto, destacam-se: melhorias nas instalações hidrossanitárias, instalação de purificadores de água, otimização da vazão das torneiras e implantação de esgoto a vácuo.
Por Secom TCU
17/03/2021

Categorias

  • Gestão municipal

tcu_sust.pngEntre as ações e iniciativas sustentáveis adotadas pelas unidades do TCU e que compõem o Programa de Logística Sustentável (PLS) para o período de 2021 a 2025, podem ser destacadas algumas relativas a água e esgoto, que serão acompanhadas e avaliadas através de diagnóstico detalhado do perfil de consumo em todas as edificações do Tribunal em Brasília-DF.

A Secretaria de Engenharia e de Serviços de Apoio (Senge) tem o objetivo de aumentar a eficiência do consumo de água, com uma meta de redução em 15%, até 2025, do consumo de água per capita, em comparação a 2012 (ano de entrega do Anexo III).

Conforme monitoramento do PLS anterior, foram realizadas as seguintes melhorias para redução dos gastos com água:

  • adequação das instalações hidrossanitárias às normas e aos padrões exigidos pela legislação, bem como aos critérios de sustentabilidade;
  • instalação de 105 purificadores de água nas copas da Sede;
  • otimização da vazão das torneiras dos lavatórios, por meio da instalação de restritores de vazão ou pulverizadores de água; e
  • implantação da estação de esgoto a vácuo nos prédios do complexo arquitetônico do TCU, em Brasília-DF.

Os resultados indicaram uma economia de 36% no consumo de água apenas com esta última ação, que gera uma economia anual na ordem de 560 mil reais. Considerando a totalidade das ações realizadas pela Senge, houve uma redução de 59,12% do consumo de água de 2019 em relação a 2015, gerando uma economia de quase 900 mil reais para o Tribunal.

tcu_sust02.jpg
Fonte: Senge.

Em 2020, com a pandemia de Covid-19, não houve gastos significativos com água em Brasília e nos estados (redução de 47,6% em relação ao ano anterior). Isso ocorreu devido à implantação do teletrabalho no TCU e à utilização de ferramentas como o Microsoft Teams para realizar reuniões e facilitar a comunicação entre servidores e colaboradores.

Os principais riscos para implementação de novas ações poderão ser a falta de recursos orçamentários, em função de contingenciamentos, ou supostos problemas com a aprovação de projetos nas concessionárias. A pandemia não ocasionou impacto negativo no consumo, mas poderá ser uma preocupação se houver medidas restritivas em relação às finanças.

Para demais informações, acesse o Portal de Sustentabilidade do TCU e confira o conteúdo deste novo Programa.

 

Serviço

Secom

Atendimento ao cidadão - e-mail: ouvidoria@tcu.gov.br

Atendimento à imprensa - e-mail: imprensa@tcu.gov.br

 

Acompanhe o TCU pelo Twitter e pelo Facebook. Para reclamações sobre uso irregular de recursos públicos federais, entre em contato com a Ouvidoria do TCU, clique aqui ou ligue para 0800-6441500