Prezado usuário, este portal não é compatível com o navegador Internet Explorer ou outros navegadores antigos.

Recomenda-se o uso de versões atualizadas dos navegadores Google Chrome, Microsoft Edge ou Mozilla Firefox.

Imprensa

TCU vai verificar valores exatos de superfaturamento em obras de rodovias do Tocantins

Danos aos cofres públicos podem ultrapassar os R$ 38 milhões. Além dos valores exatos, fiscalização deverá apontar também os responsáveis pelas irregularidades
Por Secom TCU
02/03/2017

Após constatar superfaturamento e irregularidades em obras de rodovias do Tocantins, o Tribunal de Contas da União (TCU) converteu em Tomada de Contas Especial (TCE) o processo de fiscalização em contrato firmado entre o Departamento de Estradas e Rodagens do Estado (Dertins) e o consórcio Construsan/EMSA/Rivoli. A apuração do tribunal determinará a extensão do dano aos cofres públicos e os responsáveis por ocasioná-lo.

Recursos federais destinados à construção de 12 estradas e 9 km de pontes ultrapassam os R$ 262 milhões. A execução das obras foi viabilizada por meio de três convênios firmados entre o Governo do Estado do Tocantins e o Ministério dos Transportes. Conforme apurou a unidade técnica do TCU, o superfaturamento está estimado em mais de R$ 38 milhões.  

O tribunal identificou, ainda, restrição de competitividade em uma das licitações. Foi verificada desconformidade com a Lei 8.666/93, pois o edital estipulava um capital mínimo no valor de R$ 30 milhões para os concorrentes. O valor é superior ao máximo de 10% estimado, o equivalente a R$ 26,2 milhões.

O relator do processo foi o ministro Bruno Dantas.

 

Serviço:

Leia a íntegra da decisão: Acórdão 222/2017 – TCU – Plenário

Processo: 000.404/2008-7

Sessão: 15/02/2017

Secom – DL

Tel: (61) 3316-5060

E-mail: imprensa@tcu.gov.br

Acompanhe o TCU pelo Twitter e pelo Facebook. Para reclamações sobre uso irregular de recursos públicos federais, entre em contato com a Ouvidoria do TCU, clique aqui ou ligue para 0800-6441500