Prezado usuário, este portal não é compatível com o navegador Internet Explorer ou outros navegadores antigos.

Recomenda-se o uso de versões atualizadas dos navegadores Google Chrome, Microsoft Edge ou Mozilla Firefox.

Imprensa

Usina fotovoltaica do TCU em fase final de implantação

No segundo semestre de 2020, o TCU finalizará uma de suas principais ações previstas no Programa de Logística Sustentável: um conjunto de usinas fotovoltaicas com capacidade total instalada de 870 kWp
Por Secom TCU
28/10/2020
1.jpg
Foto 1: usinas instaladas nos Anexos I, II e III do complexo arquitetônico do TCU, em Brasília-DF

No segundo semestre de 2020, a Secretaria de Engenharia e de Serviços de Apoio (Senge) finalizará uma de suas principais ações previstas no Programa de Logística Sustentável do TCU (PLS) para o período de 2016 a 2020: um conjunto de usinas fotovoltaicas com capacidade total instalada de 870 kWp está em fase final de implantação, restando a última etapa, no gramado do Ed. Anexo III.  As coberturas dos Ed. Anexos I, II e III do complexo da Sede e do Instituto Serzedello Corrêa (ISC), em Brasília-DF, foram contempladas neste projeto.

Hoje, esse conjunto de usinas produz cerca de 110 kWh/mês e gera um retorno médio mensal ao TCU de 19% do gasto total com energia. São 1.800 m² de área total construída de placas solares, com 2.630 geradores fotovoltaicos de 330W (marca JA SOLAR, modelo JAP72S01), além de duas estações meteorológicas, essenciais para a aferição da eficiência das usinas.

Além da geração de energia fotovoltaica, as demais iniciativas institucionais da Senge inerentes à logística sustentável equivalem a 93% de suas ações para o referido período do PLS. Podem-se destacar algumas mais importantes, tais como:

  • instalação de sistema de esgoto a vácuo para os sanitários dos edifícios anexos;
  • instalação do serviço de comunicação via internet (VOIP - voice over IP), em parceria com a Setic;
  • planejamento de obras com a inserção das diretrizes de edificações sustentáveis e acessíveis;
  • aproveitamento de águas pluviais na sede do ISC;
  • atendimento aos requisitos para certificação predial do selo PROCEL Edificações; e
  • adequação das instalações hidrossanitárias às normas e padrões exigidos pela legislação de acessibilidade, bem como aos critérios de sustentabilidade.
2.jpg
Foto 02: usinas instaladas nos prédios do Instituto Serzedello Corrêa – ISC, em Brasília-DF

Serviço

Secom

Atendimento ao cidadão - e-mail: ouvidoria@tcu.gov.br

Atendimento à imprensa - e-mail: imprensa@tcu.gov.br

 

Acompanhe o TCU pelo Twitter e pelo Facebook. Para reclamações sobre uso irregular de recursos públicos federais, entre em contato com a Ouvidoria do TCU, clique aqui ou ligue para 0800-6441500