Imprensa

03/08/18 18:49

#EuFiscalizo discute qualificação profissional

Nesta edição, as principais opções de cursos para o trabalhador, estudante ou desempregado, e a importância da qualificação para quem está em busca de oportunidades
iStock-479705126.jpg

Mais de 13 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Diante desse cenário, a importância de se destacar no mercado de trabalho vem à tona. O #EuFiscalizo deste mês trata da qualificação profissional e de que forma ela pode influenciar a vida de quem está em busca de oportunidades de emprego.

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2014, 25,4% das pessoas que nunca frequentaram mestrado ou doutorado declararam ter interesse em realizar algum curso de qualificação profissional. O #EuFiscalizo mostra um panorama desse tipo de ensino no país e algumas das principais opções disponíveis ao público.

De acordo com o diretor de educação e tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Rafael Lucchesi, um dos problemas acerca da falta de profissionais para atender às exigências do atual mercado de trabalho é a qualificação. “Nos países desenvolvidos, mais da metade dos jovens fazem educação profissional junto com a educação regular. No Brasil, é menos de 10%”, afirma.

Desde a criação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em 2011, até o ano de 2018, cerca de 10 milhões de alunos passaram por algum tipo de orientação técnica. Neste ano, a previsão de investimento para o programa é de R$ 860 milhões. O Tribunal de Contas da União fiscalizou a eficácia da política pública.

Também nesta edição, uma entrevista especial com Solange Castro, mestre em Administração pela Universidade de Brasília (UnB), especialista em Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), coach e professora há mais de 30 anos. Ela aponta qual é a raiz do problema de desqualificação no Brasil, bem como as possíveis soluções para enfrentá-lo de forma eficaz.

Esta e outras edições do #EuFiscalizo estão disponíveis no portal TCU, no canal do TCU no YouTube e são transmitidas aos finais de semana pela TV Senado e pela TV Câmara.

 

 

Serviço:

Secom

Telefone: (61) 3316-5060

E-mail: imprensa@tcu.gov.br

Acompanhe o TCU pelo Twitter e pelo Facebook. Para reclamações sobre uso irregular de recursos públicos federais, entre em contato com a Ouvidoria do TCU, clique aqui ou ligue para 0800-6441500