Imprensa

06/04/18 18:20

#EuFiscalizo discute qualidade e alternativas para o transporte urbano no Brasil

Qualidade deficiente do transporte coletivo, uso excessivo do carro e falta de planejamento urbano compõem caos nas ruas de cidades brasileiras.
iStock-599718046.jpg

Cinco horas dentro de um ônibus, todos os dias. Além da distância, tem o trânsito. Parado. “Se eu ganhasse essas cinco horas do meu dia para ir ao mercado, chegar mais cedo em casa, brincar com minha filha um pouco, ajudar elas nas tarefas de casa, ler um livro com ela, seria muito melhor”, desabafa Maria Cristina dos Santos, moradora de Recife. A cidade tem o pior índice em mobilidade urbana do Brasil. Realidade mostrada na edição de abril do #EuFiscalizo – transporte urbano.

Mas não é só a capital pernambucana que sofre com ruas tomadas por carros e ônibus e linhas de transporte coletivo de baixa qualidade. Moradores de médias e grandes cidades brasileiras, em geral, passam por essa situação diariamente.

Mais de 32 milhões de brasileiros usam o transporte público como meio de locomoção e, segundo pesquisa realizada em 2017 pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), o ônibus é o principal meio utilizado. Em seguida está o carro.

Além de mostrar e discutir as causas da baixa qualidade e das dificuldades hoje enfrentadas, o #EuFiscalizo que estreia este mês trata de algumas soluções possíveis para o caos urbano.

A edição de abril do #EuFiscalizo está disponível no portal TCU, no canal do TCU no YouTube, além de ser transmitida aos finais de semana pelas TV Senado e pela TV Câmara.

 

 

 

Acompanhe o TCU pelo Twitter e pelo Facebook. Para reclamações sobre uso irregular de recursos públicos federais, entre em contato com a Ouvidoria do TCU, clique aqui ou ligue para 0800-6441500