Prezado usuário, este portal não é compatível com o navegador Internet Explorer ou outros navegadores antigos.

Recomenda-se o uso de versões atualizadas dos navegadores Google Chrome, Microsoft Edge ou Mozilla Firefox.

Iniciativas

Igualdade de Gênero

Entre as ações do PLS previstas para o período de 2021 a 2025, a promoção de igualdade de oportunidades para mulheres no ambiente de trabalho do TCU apresentou destaque na gestão atual. Essa ação tem como meta geral propor um planejamento efetivo que garanta a participação das mulheres em todos os níveis dos processos decisórios do TCU, além de criar um canal apropriado para denúncias de assédio.

Notícias

Tribunal promove maior igualdade de gênero em seu quadro de dirigentes

Vídeos

Video - Participação feminina no TCU

tcu_sust_igualdade_1x.png

Rede Legislativo Sustentável

A Rede Legislativo Sustentável foi criada em 2018 mediante acordo firmado entre o TCU, Câmara dos Deputados e Senado Federal. Em 2019, tornou-se uma rede nacional com a adesão de outros órgãos e entidades do Legislativo. Essas parcerias permitiram uma série de conquistas na área de sustentabilidade. Houve a implementação de ações de boas práticas de sustentabilidade e trocas de experiências que resultaram numa gestão mais sustentável.

Site

Rede Legislativo Sustentável

Logo RLS.png
 

Feira de Orgânicos

Após a realização de um projeto-piloto em junho de 2019, por ocasião do mês do meio ambiente, o TCU lançou um edital de credenciamento para a realização semanal da feira de produtos orgânicos e artesanais no gramado do Anexo II, na Sede.

O incentivo ao consumo de produtos orgânicos, a facilidade no deslocamento ou na entrega e o incremento da renda dos produtores familiares regionais são alguns ganhos proporcionados por essa ação.

Durante o período de pandemia de Coronavírus, a Associação dos Produtores Orgânicos do Bioma Cerrado (Agro-Orgânica) faz somente entregas em domicílio para os servidores e colaboradores do TCU.

Imagem 4.png

Coleta Seletiva Solidária de Resíduos no TCU

A coleta seletiva solidária incentiva a separação dos resíduos no momento do descarte, contribuindo para a redução do impacto ambiental. Além disso, proporciona atitudes solidárias e de responsabilidade social. No TCU, os materiais recicláveis secos são separados pela equipe de limpeza e destinados às Cooperativas de Catadores de Materiais Recicláveis, através de empresa contratada.

Para operacionalizar esse processo, foram distribuídas lixeiras com divisões e cores próprias para o descarte de cada tipo de resíduo na Sede do Tribunal, em Brasília.

Em 2021, foi aprovado o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) do TCU, conforme Portaria-TCU nº 102/21. Tem como objetivo, identificar os tipos de resíduos gerados pelas diferentes atividades do Tribunal, definir os critérios de segregação, coleta, armazenagem e transporte, além da destinação final adequada.

Vídeos

Imagem 5.png

Estação de esgoto à vácuo

A adequação das instalações hidrossanitárias dos prédios do complexo arquitetônico do TCU, em Brasília-DF, com a construção de estações de esgoto à vácuo, envolveu diversas fases, tais como a identificação de áreas, elaboração de anteprojetos e intervenções físicas.

Os resultados indicam uma economia de 36% no consumo de água, isto é, o Tribunal economiza anualmente 560 mil reais com essa ação.

Notícias

Confira as ações do PLS quanto a água e esgoto

Vídeos

esgoto_vacuo.jpg

Usinas fotovoltaicas do TCU

A instalação do conjunto de Usinas Fotovoltaicas nas coberturas das edificações Anexos I, II e III do complexo da Sede e do Instituto Serzedello Corrêa, em Brasília-DF, será finalizada em 2020, restando a última etapa, que ficará localizada no gramado do Anexo III.

Atualmente, essas usinas, com capacidade total instalada de 870 kWp, produzem juntas cerca de 110 MWh/mês e geram um retorno médio mensal ao TCU de 19% do gasto total com energia.

Notícias

Usinas fotovoltaicas da Sede e do ISC

Ações do PLS vão reduzir consumo de energia elétrica

Vídeos

usina_fotovoltaica.jpg

Vagas para carregamento de carros elétricos

O TCU disponibiliza duas vagas de estacionamento destinadas ao carregamento de energia para carros elétricos. Estão localizadas no subsolo 2 da garagem do Anexo III, em Brasília- DF. Como as unidades já existiam, foram apenas adaptadas com a colocação de cabos elétricos adequados, pintura indicativa e iluminação.

O custo de implementação ficou em torno de R$ 1,2 mil. As duas estações de carregamento lento, com capacidade de 3,5 kW por ponto, somam 7 kW.

carregador_carro_eletrico.jpg